O 1.° Fórum da Saúde organizado pelo Luso Santé

0
633

No passado dia 2 de novembro, a associação Luso Santé organizou o seu primeiro fórum que se realizou no auditório Jequier-Doge do Hospital em Lausane.  O Luso Santé é uma associação de profissionais da saúde portugueses que trabalham na Suíça francófona e que desejam organizar e identificar todos profissionais lusófonos que trabalham no país helvético. Desejam, também, esclarecer e facilitar a identificação do sistema de saúde na Suíça, para uma melhor interação e compreensão daquele que é o segundo sistema de saúde mais caro do mundo, a seguir aos Estados Unidos. As caixas de saúde oferecem um sistema de base de seguro, que na maior parte das vezes deve completado por um seguro suplementar. Existem algumas dezenas de profissionais de saúde a trabalhar na Suíça, entre médicos, investigadores na área biomédica e enfermeiros. Assim, o fórum foi aberto pela presidente da Luso Santé Bruna Matos, seguida do cônsul de Portugal em Genebra, Dr. Bruno Paes Moreira. A Dra. Ester Vargas teve a oportunidade de falar da comunidade portuguesa na Suíça e dos seus problemas de integração na sociedade de acolhimento, além de se ter podido também ouvir falar sobre a desmitificação do papel do psicólogo em relação aos problemas do foro psiquiátrico. Podemos adiantar, sem que este assunto fosse abordado neste fórum, que se trata de um problema muito corrente na Suíça alemã por falta de profissionais que falem a língua portuguesa, sendo, por isso, um enorme obstáculo comunicacional e que por vezes lesa de sobremaneira os pacientes portugueses quando esperam por uma avaliação dos serviços de invalidez. Este fórum foi mesmo muito interessante, muito proativo e muito esclarecedor e foi fechado pelo Professor Cunha, presidente das federações, que ilustrou a atual situação socioeconómica e o papel das associações junto da comunidade portuguesa. Uma palavra ainda para a Doutora Ana Godinho, de Genebra, que falou da saúde dos jovens, das mulheres e das grávidas, com uma exposição muito esclarecedora sobre também o que a população menos abastada pode esperar dos serviços genebrinos. Assim, e em género de síntese, falou-se sobre a acessibilidade, a continuidade, a gestão dos problemas de saúde em relação às doenças crónicas e a prevenção, sendo este último ponto uma das ilações mais importantes deste fórum.  Para finalizar, o Dr. David Gonçalo Velez falou dos fatores e da classificação dos tumores e dos seus tratamentos. Escusado será dizer que bons hábitos alimentares e uma vida ativa facilitam o trabalho dos profissionais da saúde.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here