Morreu o Samuel Bastos

0
3680

Esta não será mesmo nem a notícia que queria algum dia dar nem redigida da forma como se poderia esperar – assumimo-lo desde já. Até porque, quando conheci o Samuel, senti desde logo que estava a falar com uma pessoa de eleição, daquelas que deixam uma marca indelével em todos aqueles com os quais se encontram. Senti mesmo uma empatia profunda e um profundo talento. Estava em presença, sabia-o, de um homem da música erudita, de um homem que marcava pela diferença e pela sua qualidade musical. O Samuel desde os seus 17 anos que vivia na Suíça, em Zurique, bolseiro da Fundação Calouste Gulkbenkian, onde conseguiu, mais tarde, um lugar de residente na orquestra da Ópera de Zurique, como solista, com o seu instrumento, o oboé. Um dos maiores oboístas portugueses dos últimos anos. E a verdade é que nos deixou apenas com 32 anos de idade, no passado dia 18 de maio. De uma forma abrupta, inesperada, como só a própria morte sabe anunciar a partida de alguém de quem não se espera. Entrevistei o Samuel duas vezes, e mais umas outras poucas vezes em que falámos. Aprendi com o Samuel a sentir a música clássica de uma forma diferente. A não olhar para a música clássica como algo de aborrecido, mas sim como forma de conhecer e atingir o sublime, o incansável, o profundo, o amor eterno que ultrapassa todas as gerações e todas as guerras dos homens. Aprendi com ele alguns nomes consagrados e pelos quais ele sentia uma admiração profunda, como Mozart e Bach, entre muitos outros. Aprendi com ele a sentir a vida e a vê-la numa outra perspetiva, através da música. E não foram necessários muitos encontros para absorver a elegância e a eloquência da sabedoria do Samuel. Os seus prémios, as suas viagens pelo mundo e o reconhecimento geral enquanto oboísta de eleição, que o Samuel era de verdade, faziam parte do seu currículo natural e intrínseco. Era natural da freguesia de Oliveira, Barcelos, e oriundo de uma família de músicos. De uma forma muito sentida, despeço-me do músico, e do homem, enviando as minhas mais sentidas condolências à família e aos seus amigos mais íntimos.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here