Foi inaugurada a “Villa Creativa” em Bern

0
1766

“Um espaço sem fronteiras”

No passado dia 7 de dezembro, foi inaugurada a Villa Creativa na cidade de Berna. Um local que deseja ser um ponto de encontro e de interação pedagógica, numa envolvência inovadora, com processos modernos e interativos, que tanto pode ser utilizado por crianças como por adultos. Esta iniciativa partiu do empresário português Agostinho Fernandes, de 56 anos de idade, casado, com uma filha, que é natural de Ponte de Lima. Vive na Suíça desde o ano de 1990. Este conceituado empresário na área dos brinquedos, com este projeto, deseja ser uma ponte no mundo da pedagogia, em que todos podem descobrir as suas valências e até encontrar uma estabilidade emocional através de pequenos desafios que este centro se propõe a oferecer aos seus visitantes. Um projeto inovador, audacioso, em que Agostinho Fernandes procura ir ainda mais além, com atividades culturais para um futuro próximo, em que deseja, essencialmente, aproximar as duas culturas; a portuguesa e a de acolhimento, a helvética. No dia da inauguração, foi possível ver o entusiasmo de todos os presentes, em que os mais novos se lançaram no desafio de criar através dos jogos da Kapla, e e o seu fundador e criador esteve também presente no evento. Os jogos da Kapla desafiam a criatividade e ajudam ainda a treinar a mente na base da lógica.  Conforme Agostinho Fernandes nos confidenciou, este local deseja ser muito mais abrangente, e  vai ser ainda possível organizar seminários, workshops, reuniões e conferências. Há ainda uma sala de cafeteria muito acolhedora, em que as crianças e os pais podem conviver num ambiente diferente e muito didático. Falámos com o Agostinho Fernandes.

–Como é que aparece esta Villa Creativa?

Agostinho Fernandes—Bem, posso dizer que esta ideia começou a nascer a pensar nos portugueses.. Vivem no cantão de Berna muitos portugueses que necessitam de mais apoio. Procurei as instalações e comecei a criar este projeto. Tenho uma situação financeira estável que me permite lançar todo este investimento de criação de ideias e de apoio pedagógico. Claro que esta Villa Creativa está aberta a todos os portugueses e suíços, e a todas as outras nacionalidades.

—Esta Villa Creativa vai ser um ponto de interação?

Agostinho Fernandes – Sim, temos uma vasta gama de ideias e de projetos que vamos fazer com que as pessoas descubram as suas capacidades criativas, pais e as suas crianças, e, porque não, desobrindo assim um novo mundo que está mesmo à sua frente. Queremos despertar as potencialidades criativas das crianças e dos adultos.

–Esta Villa Creativa quer ser ponto de encontro musical também?

Agostinho Fernandes – Sim, claro, todo o tipo de atividades, sejam musicais ou mesmo seminários e interação através dos jogos da Kapla que são verdadeiramente fascinantes. Um mundo a descobrir. Sim, penso mesmo organizar noites musicais e fazer descobrir a nossa cultura portuguesa aos suíços, com o Fado, por exemplo, entre outros. Temos a ideia de criar pontos de formação profissional através das empresas, ou seja, um aconselhamento às empresas de como é possível ultrapassar barreiras através das potencialidades de cada pessoa.

–Sendo assim, a Villa Creativa está aberta a todos?

Agostinho Fernandes—Sim, a todos os portugueses e a todos os que desejam conhecer este ponto de encontro que não tem fronteiras na forma de criar e de pensar. A Villa Creativa é um espaço sem fronteiras.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here