Eng. Fernando Santos: selecionador nacional em Zurique

0
1003

No encontro promovido pelo Portugal em Movimento, em Zurique, no passado dia 21 de janeiro, tivemos a oportunidade de trocar algumas palavras com o nosso selecionador, que muito gentilmente nos concedeu alguns momentos.

Será que nos pode falar de como está atualmente o mundo do futebol em Portugal?
Não, acho que o mais importante é falar da comunidade portuguesa na Suíça…

Mas a comunidade portuguesa na Suíça também acompanha o mundo do futebol…
Sim, mas como deve compreender, o selecionador nacional não quer falar do atual momento do futebol em Portugal, nem quer fazer esse tipo de análise.

Como vê então os novos valores em Portugal. Será que Portugal está preparado para dar continuidade aos excelentes resultados com os novos valores?
Sim, acho que Portugal tem demonstrado isso claramente. A nível da formação, Portugal é um país muito forte, a prova disso é o número e a qualidade de jogadores, o que permite que o nosso esteja cada mais em todo o mundo. Quer a nível dos treinadores quer a nível dos jogadores. Portanto, para além da qualidade, é também o trabalho que tem vindo a ser realizado.

Tivemos um Eusébio, temos um Cristiano Ronaldo, será que no futuro podemos ter um outro grande jogador de referência?
Sabe que isso dos génios é algo que vai acontecendo, não é algo que se possa programar. Em tudo o que é arte, e o futebol também é uma forma de arte, é desporto, mas também é arte, tem de se ter genialidade, isso é como na pintura ou na música ou em qualquer outra arte, os génios não são repetíveis, não sei, vamos ver…

O futebol é o desporto rei no seio da nossa comunidade. Temos alguns jovens que foram chamados às seleções nacionais Sub 15, 17 e 18, como André Barbosa, Felipe Borges, entre outros. Tem conhecimento, ou tem acompanhado o percurso destes jovens que nasceram para o futebol em equipas helvéticas?
Obviamente que eu sendo o selecionador nacional tenho conhecimento de tudo o que diz respeito a nível da formação. A ligação é permanente com todos os treinadores da seleção nacional, e obviamente também sei de todos os jogadores que começam nos Sub 15.

Portugal obteve um resultado fantástico no último europeu. Pensa que será possível repetir esse êxito num futuro?
Portugal tem um compromisso. O compromisso que sempre teveé o de que em cada prova a que se apresenta tenha sempre como objetivo lutar por aquilo que é o máximo. E, como tal, tem esse compromisso. A partir daqui nada é exigido a ninguém e muito menos a Portugal. Portugal, pelo menos enquanto eu for selecionador, nunca se vai assumir como favorito, mas vai assumir-se sempre como candidato, isso seguramente.

O Eng. Fernando Santos é o selecionador e com o agrado de todos. Mas vê, algum dia, a possibilidade de voltar a ser treinador de uma grande equipa?
Já tive isso mais presente. Não sei. Quando saí da minha rotina do meu dia a dia de trabalhar num clube e comecei a trabalhar a nível de seleção nacional, pensava muito nisso, hoje em dia, nem tanto. Com o decorrer do tempo, as coisas vão acontecendo, sinceramente não sei.

Eng. Fernando Santos
Eng. Fernando Santos
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here