Edição Junho 2017

0
1642

Estamos no mês de junho. Um mês em que se celebra o dia de Portugal e das comunidades portuguesas no dia 10. Um dia a que o atual Presidente da República tem dado muito relevo, incentivando e enaltecendo o orgulho em se ser português no mundo. No entanto, este dia 10 de junho deveria significar muito mais. Todos os falantes de língua portuguesa estão ligados entre si por esta forma de comunicar, com a qual demonstram os seus sentimentos, valores, forma de pensar, sentir e expressam, também, as suas diferenças. Mas uma pergunta se deve colocar: será que se defende a língua portuguesa no mundo nos dias de hoje? Será que que esta ferramenta, que nos liga à nossa identidade cultural, está a ser ensinada aos nossos filhos de forma adequada à circunstância de viverem fora de Portugal? Se assim é, porque é que o número de alunos está a descer drasticamente, ano após ano, nos cursos de língua e cultura portuguesas na Suíça? Depois, existem outros valores que devem ser enaltecidos e não devem ser esquecidos, como a nossa história, os nossos costumes, tradições e património. O percurso de Portugal e dos portugueses no mundo não deverá ser esquecido. Mesmo nunca.

É um dado adquirido: muitos portugueses começaram a deixar a Suíça. Muitos portugueses iniciaram o processo de regresso ao nosso país, depois de algumas décadas de labuta no país helvético. Entre as razões, poderemos invocar algumas, desde o cansaço de viver fora de Portugal, a possibilidade de retirarem os seus haveres da Caixa de Pensão, e, porque não dizê-lo de uma forma clara, todo o processo e alarme da declaração de património ao fisco helvético. Claro está que o mercado de trabalho na Suíça está muito competitivo e há muito por onde escolher, basta ver a entrada dos novos migrantes, como os polacos e búlgaros. A formação profissional é um tema em que todos deveriam meditar e apostar, para poderem ser uma mais-valia neste mundo de trabalho que começa a demonstrar sinais de exigência e de muito rigor. Depois, as condições de trabalho e da lei de trabalho na Suíça, isso, é outra conversa.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here