Edição Julho 2014

0
1002

O governo helvético acaba de anunciar medidas que visam limitar o acesso aos Fundos do Segundo Pilar. Não se sabe ao certo que medidas vão ser essas. O que se sabe é que, em breve, muito provavelmente não se poderá retirar parte dos fundos para se investir na aquisição de uma casa ou para um negócio pessoal. E isto, porque cada vez mais pessoas recorrem aos subsídios de complemento de reforma, dado que o montante que recebem não é suficiente para terem uma vida condigna, em terras helvéticas. Sabemos, efetivamente, que muitas pessoas solicitam este tipo de subsídios. No entanto, estamos em crer que não serão tomadas medidas quanto ao levantamento desses mesmos fundos, aquando da partida em definitivo da Suíça. Contudo, as vozes mais críticas, no seio político, já por diversas vezes se pronunciaram contra essa possibilidade. Existe, no entanto, um acordo administrativo assinado que dá essa possibilidade aos emigrantes, aquando então do seu regresso em definito ao seu país. Também é verdade que muitas caixas de Pensão atrasam mais do que os três meses previstos, nesse mesmo acordo, o pagamento desses mesmos fundos. Há pessoas que estão há mais de um ano à espera do pagamento do capital que descontaram e que lhes pertence por direito.

Cada vez mais os portugueses são despedidos com idades perto dos sessenta anos, alienando a muitos a possibilidade de terminarem a sua atividade laboral até à data da reforma. Acabámos de ter conhecimento de que um português com 57 anos e seis meses de idade, a trabalhar na empresa há 27 aos, acaba de ser despedido, porque, segundo a entidade empregadora, não tem mais trabalho. Como sabem, a idade limite da reforma para a construção civil na Suíça é 60 anos de idade. Depois de tantos anos, deve ser muito frustrante um trabalhador receber a carta de rescisão do seu contrato de trabalho. Este é um exemplo de como estão as coisas.

Para terminar, desejo umas boas férias a todos os nossos assinantes, amigos e anunciantes do nosso jornal. Se conduzirem, tenham cuidado, porque as multas chegam a casa seja de que país for. E, mormente, sejam felizes.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here