Edição Janeiro 2017

0
222

Aqui estamos no ano de 2017. Um ano que se espera diferente e que seja o melhor ano para todos os portugueses que vivem na Suíça. Esses são os nossos votos. Não podemos deixar de lembrar a tragédia do ano de 2016, em que 10 compatriotas perderam a vida no acidente em França, quando iam passar as férias da Páscoa ao nosso país. Espero, muito sinceramente, que não aconteça nunca mais algo do género e que os veículos cumpram todas as normas de segurança, respeitando o número de passageiros permitido, como o volume de carga. Também não posso deixar de alertar todos os portugueses que trabalham na construção para que respeitem todas as normas de segurança e que estejam atentos, dado que no ano passado morreram muitos portugueses no seu local de trabalho. Não devem nem podem acontecer tais situações que destroçam famílias e provocam muita dor.

São muitos os desafios para a nossa comunidade, para o ano a que apenas agora se deu início. Em primeiro lugar, a declaração do património, que não deve ser considerado um bicho de sete cabeças, dado que a declaração de impostos helvética sempre o exigiu. Em segundo lugar, esperemos que o mercado de trabalho na construção estabilize e que dê a possibilidade de um trabalho estável e duradouro, o que muitas vezes não acontece.

Por outro lado, esperemos que o problema do regresso dos emigrantes reformados e a tributação das suas reformas possam ser revistos e encontrar-se uma solução que seja justa e equilibrada. Este e muitos outros desafios esperam a comunidade portuguesa. Para todos os nossos assinantes e anunciantes, os nossos sinceros votos de um Bom Ano, que os vossos sonhos se realizem, são os desejos de todos aqueles que colaboram com a nossa publicação.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here