Edição Agosto 2016

0
205

Não podemos deixar de mencionar, mais uma vez, o excelente resultado que a nossa selecção obteve ao vencer o campeonato europeu. Já muito foi dito. No entanto, todas as manifestações de apoio foram merecidas. Depois de tantos anos a viver neste país, foi a primeira vez que vi a polícia fechar uma estrada de uma cidade para os portugueses poderem manifestar a sua alegria pela vitória da nossa selecção. Nunca pensei que tal fosse possível. E ainda bem que as autoridades helvéticas condescenderam e deixaram os portugueses festejar. Fez bem a todos.
Existem uns gabinetes de apoio ao emigrante, ao que parece nas instalações das Câmaras e em diversos distritos do nosso país. Não sei bem se são mesmo gabinetes de apoio ao emigrante ou se são apenas gabinetes de captação de negócios. É certo que muitos emigrantes atingiram uma estabilidade financeira invejável, nos diversos países de acolhimento, mas nem todos têm essa mesma disponibilidade de investimento. E, depois, será que os emigrantes têm alguma regalia fiscal quando atingirem a idade da reforma? De que forma as suas pensões, pagas por uma entidade que não é a Caixa de Pensões portuguesa, irão ser tributadas? Ou até de outra regalia? Não creio que tenham qualquer tipo de apoio. E se têm, que tipo de apoio será esse? A verdade é que retiraram todos os benefícios aos emigrantes. Pois, está-se mesmo a ver, o caminho é mesmo os gabinetes de apoio ao emigrante com as diversas possibilidades de investimento nas diversas regiões.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here